Advogada de Muhamad diz que médico foi contaminado pela Covid-19 dentro do presídio

Advogada de Muhamad diz que médico foi contaminado pela Covid-19 dentro do presídio

Da redação 

A advogada Simone Guerra, que atua na defesa do médico Mouhamad Moustafa, preso por acusações de comandar um esquema de desvios na saúde, afirmou nesta terça-feira (25), que seu cliente foi contaminado pelo vírus da Covid-19 dentro do Centro de Detenção Provisória Masculina (CDPM).

De acordo com a advogada, ao deixar o presídio, o médico foi encaminhado para uma unidade de saúde, por conta do seu estado debilitado, lá foi constatado que ele teria contraído a Covid-19, mas, já não estava mais no período de transmissão. 

“A condição de saúde do meu cliente foi negligenciado pela Justiça Federal e pelo diretor do presídio, que chegou a ir em juízo confirmar que o Mouhamad estava bem, que tudo não passava de frescuras”, disse a advogada. 

Simone Guerra confirmou que o seu cliente terá que passar por uma bateria de exames, inclusive, uma tomografia, motivo esse pelo qual terá que remover a tornozeleira eletrônica. 

O juiz Leonardo Fernandes, da 4ª Vara Federal do Amazonas autorizou a retirada do equipamento de monitoramento. “Mouhamad terá que comparecer na  Seap no dia 27 para retirada e retornar no dia 28 para colocar novamente o equipamento, isso, após a realização de exames necessários para avaliar o quadro de saúde”, concluiu a advogada.