Antes de cair do comando, Carlos Almeida pede para sair do PTB

Antes de cair do comando, Carlos Almeida pede para sair do PTB

Da redação 

 

O vice-governador do Amazonas, defensor Carlos Almeida, informou que se desfiliou do PTB no Estado e passa a se dedicar ao estudo de temas estruturais para o futuro do Amazonas, como a defesa do modelo Zona Franca na reforma tributária, em tramitação no Congresso Nacional. Ele pediu para sair após se levantar os rumos de que perderia o comando do partido no Amazonas. 

As comunidades rurais, que sempre estiveram presente na carreira do defensor público durante mais de uma década, também ganham maior espaço na agenda. 

Carlos Almeida retoma o trabalho que vinha realizando antes da pandemia, de identificar os problemas enfrentados por essas populações e demandar o devido atendimento, que deve ser feito pelas secretarias do Governo.

No PTB-AM, a presidência deverá ser assumida pelo secretário de Estado de Cidades e Territórios, ex-Secretaria de Política Fundiária (SPF), Ricardo Francisco. Ele é irmão do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson.