Enquanto o povo morre, empresário que vendeu respiradores superfaturados curte férias em praia

Enquanto o povo morre, empresário que vendeu respiradores superfaturados curte férias em praia

Do D24AM

O Amazonas sofre com o aumento de novos casos e internações por Covid-19. Em um único dia, Manaus teve recorde de 112 novos registros de internações pelo vírus. Enquanto o sistema público de saúde entra em colapso, o empresário Fábio Passos, sócio-proprietário da Vinheria Adega que vendeu os ventiladores pulmonares superfaturados para o governo do Estado, está curtindo férias na praia. No dia 30 de dezembro, foram registradas 5.258 mil mortes pelo vírus, segundo Boletim Diário de Covid-19, divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM).

O registro das férias do empresário Fábio Passos, sócio-proprietário da Vinheria Adega ou FJAP Ltda, foi divulgado na rede social pessoal do Instagram. A empresa dele foi responsável por comprar os ventiladores pulmonares da Sonoar – empresa ligada ao médico Luiz Avelino, marido da ex-secretária de comunicação de Wilson Lima, Daniella Assayag – e revender os equipamentos superfaturados para o Governo do Amazonas durante a pandemia de Covid-19.

Curtindo a vida como se não houvesse amanhã, o empresário Fábio Passos demonstra não estar preocupado em responder na justiça pelos crimes investigados pela Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal (MPF). Fábio foi preso na primeira fase da Operação Sangria, que investiga o direcionamento na contratação da empresa; sobrepreço e superfaturamento na aquisição dos respiradores; organização criminosa; lavagem de dinheiro; montagem de processos e adulteração de documentos, com a finalidade de encobrir os crimes praticados com a participação da cúpula do governo e empresários.

 

Leia completo no D24AM