MP estende prazo para investigar ‘funcionários fantasmas’ de ex-deputado bolsonarista

MP estende prazo para investigar ‘funcionários fantasmas’ de ex-deputado bolsonarista

Da redação 

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM), estendeu por mais um ano o prazo do Inquérito Civil nº 06.2017.00001523-7 – 77ª PRODEPPP, que investiga caso de nepotismo e contratação de funcionários fantasmas no gabinete do ex-deputado bolsonarista Paltiny Soares.

O inquérito instaurado apura a suspeita de violação aos princípios constitucionais de legalidade, moralidade e impessoalidade, com prática de nepotismo pela mesa diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), ao nomear cinco servidores com parentesco até o terceiro grau no gabinete do deputado Platiny Soares, todos parentes do chefe de gabinete à época, Ruan Alves de Araújo, e que eventualmente não compareciam ao local de trabalho.